Imprensa Oficial de Alagoas - CEPAL

Imprensa Oficial Graciliano Ramos e parceiros lançam obra completa de Breno Accioly

Patrycia Monteiro
...

Para celebrar o centenário de nascimento do escritor alagoano Breno Accioly, a Imprensa Oficial Graciliano Ramos lança sua obra completa em parceria com a Prefeitura de Santana do Ipanema e da Editora da Universidade Estadual de Alagoas (Eduneal). Em breve, o público leitor poderá ter acesso a novas e caprichadas edições dos clássicos João Urso, Cogumelos, Maria Pudim, Cata-Ventos e Dunas, que há décadas se encontravam fora do catálogo das grandes editoras nacionais, além de edições de dois livros que permaneceram inéditos desde a morte prematura do autor, em 1966: Isabela (contos) e Pedras (romance).

O projeto intitulado 100 Anos Breno Accioly – O Gênio Indomável é a iniciativa mais ambiciosa da Imprensa Graciliano Ramos em 2021, porque além da publicação de todos os livros do escritor santanense, há uma série de ações comemorativas previstas que visam promover o resgate da memória de Breno Accioly, um dos maiores contistas brasileiros do século 20, segundo os críticos literários.

“Ao longo do ano, realizaremos uma exposição itinerante que percorrerá as quatro cidades em que Breno Accioly passou parte de sua vida – Santana do Ipanema, Maceió, Recife e Rio de Janeiro – além promover o lançamento do filme João Urso, revistas temáticas sobre a vida e a obra do escritor e seminários com especialistas em Literatura. Tudo isso com o apoio da Prefeitura de Santana do Ipanema, das Secretarias de Estado da Cultura e da Educação, da Eduneal, do Núcleo Zero Comunicação e da Academia Alagoana de Letras”, afirma Dagoberto Omena, diretor-presidente da Imprensa Oficial Graciliano Ramos.

“A leitura dos livros de Breno Accioly, dado o seu caráter visionário, é, no mínimo, instigante e perturbadora. Não é uma leitura leve, que se leia num só fôlego; é preciso tempo para adentrar as questões do humano, no questionamento do que afinal é loucura, e para percorrer com seus personagens ­– seres tresloucados, isolados e carentes – o caminho tumultuado dos seus inconscientes, projetando no mundo circundante, o louco que habita em cada um de nós”, afirma Edilma Acioli Bomfim, mencionando que a live desta sexta-feira pode ser considerada um bom preparativo para mergulhar no universo rico e complexo da obra acciolyana.

Primeiros lançamentos

Em julho, serão lançados os primeiros livros da coleção Breno Accioly 100 Anos. Entre eles está o livro de contos inédito Isabela, escrito quatro anos antes da morte prematura de Breno Accioly, aos 45 anos de idade. A obra foi escrita simultaneamente com Os Cata-ventos, livro de contos lançado em dezembro de 1962, aprimorada até os últimos anos de vida do autor. Em Isabela, Breno Accioly apresenta 27 narrativas curtas versadas em temáticas fortes e impactantes, com uma linguagem que traduz os pensamentos e motivações de personagens complexos e perturbados, anti-heróis e até vilões da vida real, descritos com a dramaticidade e a densidade psicológica, características marcantes da linguagem acciolyana. A apresentação deste livro é assinada pelo professor doutor em Letras da Universidade Federal de Alagoas Márcio Ferreira, um dos maiores especialistas na obra de Breno Accioly.

Com prefácio do cineasta Cacá Diégues, a segunda edição de Cogumelos também será lançada nos próximos dois meses. Aguardada com muita expectativa pela comunidade literária da época, após o retumbante sucesso de João Urso, Cogumelos contribuiu para manter elevada a admiração de críticos e leitores pelo o talento único do escritor alagoano no ano de seu lançamento, em 1949. Este livro de contos reafirmou todas as características da linguagem e das temáticas de Breno Accioly que propõe, em breves narrativas, uma investigação profunda da miséria da condição humana. Neste livro, a marca da maldade está presente em todos os protagonistas, assim como suas motivações torpes como a inveja, o rancor e a obsessão.

Revista Graciliano

Também está em processo de produção uma edição temática da revista Graciliano sobre a vida e a obra de Breno Accioly. A publicação terá reportagens assinadas pela jornalista Carolina Neris, além de entrevista com o escritor carioca Alberto Mussa, autor de Compêndio Mítico do Rio de Janeiro, e artigos da professora e escritora Edilma Acioli Bonfim e dos pesquisadores Elton Jonathas Gomes de Araújo, Everton de Oliveira e das pesquisadoras Ingrid Costa, Karine Souza, Kleiriane Visgueira e Ruhama Alves. A Academia Alagoana de Letras também está preparando uma revista sobre a obra de Breno Accioly, com ensaios escritos por acadêmicos alagoanos.

Razão Mutilada

Além da publicação da obra completa de Breno Accioly, em 2021, a Imprensa Oficial Graciliano Ramos também irá publicar a segunda edição do livro Razão Mutilada – Ficção e loucura em Breno Accioly, ensaio literário escrito pela professora doutora Edilma Acioli Bomfim, imortal da Academia Alagoana de Letras, uma das maiores especialistas na obra do escritor santanense. Esgotada desde 2003, esta obra traz uma análise profunda sobre o perfil psicológico dos personagens do livro de contos João Urso, sob o ponto de vista da psicanálise junguiana.